REFORMADOS ACTIVOS - SOMOS OS MELHORES
Ao menos num capítulo ninguém nos bate, seja na Europa, nas Américas ou naOceânia: nas políticas sociais de integração e valorização dos reformados.
Aí estamos na vanguarda, mas muito na vanguarda.
De acordo, aliás, com estes novos tempos, em que a esperança de vida é maior e, portanto, não devem ser postas na prateleira pessoas ainda com tanto a dar à sociedade.
Nos últimos tempos, quase não passa dia sem que haja notícias animadoras a este respeito.
E nós que não sabíamos! Ora vejamos:
§ O nosso Presidente da República é um reformado;
§ o nosso mais "mortinho por ser" candidato a Presidente da República é um reformado;
§ o nosso ministro das Finanças é um reformado;
§ o nosso anterior ministro das Finanças já era um reformado;
§ o ministro das Obras Públicas é um reformado;
§ gestores activíssimos como Mira Amaral (lembram-se?) são reformados;
§ o novo presidente da Galp, Murteira Nabo, é um reformado;
§ entre os autarcas, "centenas, se não milhares" de reformados - garantiu-o o presidente da ANMP;
§ o presidente do Governo Regional da Madeira é um reformado (entre muitas outras coisas que a decência não permite escrever aqui);
E assim por diante...Digam lá qual é o país da Europa que dá tanto e tão bom emprego a reformados?
Que valoriza os seus quadros independentemente de já estarem a ganhar uma pensãozita?
Que combate a exclusão e valoriza a experiência dos mais (ou menos...)velhos?
Ao menos neste domínio, ninguém faz melhor que nós.
Ainda hão-de vir todos copiar este nosso tão generoso "Estado social"...

PS: Email enviado pela Dida.
Share To:

Post A Comment:

1 comments so far,add yours

  1. Não posso deixar de comentar este depoimento deixado por quem utiliza o psédoimo DIDA!

    E porquê?!
    Porque é um perfeito absurdo um ser humano com 65 anos ou mais, ser mais capaz fisicamente que um jovem de 20 ou 25 anos.

    Bem mas penso que deve se estar a referir a conhecimentos! Ai concordo em parte, mas t^m que entender que hje á jovens bem capaxzes em tdos os ramos e actividades.
    Velhice não é sinónimo de de ter um lugar á frente ou preveligiado, mas sim de sabedoria e respeito.

    Reformados ou aposentados activos:
    Claro que sim?! Há dúvidas nisso, onde anda DIDA, ou melhor vive?
    Agora que são somos os melhores,( os reformados) nada disso!!
    Respeito o conhecimento, mas considero que que é possivél haver espaço para todos, e ai possivél os aposentados têm um papel muito digno.
    Os tempos são outros, muitos aposentados actualemnte têm reformas ( boas), mas só trabalharam alguns anos, porém á outros coitados que trabalharam uma vida inteira nas obras ou pior e têm uma miséria de reforma.
    Todos fazemos falta, mas todos exigem direitos iguais, mas nem todos cumpre os seus direitos.
    Ai que saudades dos velhos tempos, antigamente é que era bom, lool

    Sindicalista de Almada

    ResponderEliminar